Ir para o conteúdo

Vera Cruz / RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social WHATSSAP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
19
19 FEV 2021
OBRAS,SANEAMENTO E TRÂNSITO
Recuperação de estragos das enxurradas custará mais de R$ 200 mil

A reparação dos estragos ocasionados pelas fortes chuvas das últimas semanas ainda deve seguir pelos próximos meses. Imediatamente após a enxurrada dia 28 de janeiro, a Secretaria de Obras, Saneamento e Trânsito deu início aos trabalhos de recuperação. Devido a enxurrada do final de janeiro, o Município havia decretado Situação de Emergência. O documento foi assinado no dia 2 de fevereiro, mas os estragos continuavam sendo contabilizados, quando no dia 12 de fevereiro ocorreu uma nova chuvarada.

Muitos dos estragos que já haviam sido ou estavam sendo solucionados, foram literalmente por água abaixo. As duas precipitações elevadas atingiram especialmente a área urbana, mas também causam prejuízos nas estradas do interior. Um levantamento feito após a primeira forte chuva mostrou que na área rural, houve danos em mais de 40 km em Linha Henrique D’Ávila, Mato Alto e Coxilha Mandelli, Linha Fundinho, Travessa Becker, Linha Número Um, Linha Andréas, Estrada da Rapadura, Linha Cereja e Dona Josefa. Para recuperar essas estradas serão utilizados em torno de 400 cargas de cascalho e 200 cargas de brita, totalizando um investimento de R$ 136.800,00.

Na cidade a maioria dos estragos ocorreu em redes de esgoto e bueiros. Ao todo, serão necessárias mais de 160 horas de retroescavadeira, cerca de 200 canos de 30 cm, mais 80 tubos de 20 cm, além da mão de obra para os consertos, totalizando um investimento de R$ 42.473,60. Com isso, o gasto total do Poder Público para recuperar os pontos atingidos pela enxurrada de R$ 213.073,60.

Conforme o Secretário de Obras, Saneamento e Trânsito, Samuel Oliveira, a recuperação não demanda apenas investimento, mas também organização, uma vez que a pasta vinha realizando uma série de melhorias em diversos pontos. “Esses trabalhos agora precisam ser reprogramados de acordo com as prioridades de recuperação”, esclarece.

No final de janeiro, 45 pontos de esgoto tiveram problemas com a enxurrara. Em fevereiro, mais 20 pontos tiveram danos com as fortes chuvas. Alguns pontos já foram recuperados e outros estão no cronograma para manutenção. “Se o tempo permitir em dois meses conseguimos colocar esses serviços em dia. Não temos como afirmar uma data pois o tempo tem atrapalhado um pouco nas últimas semanas”, afirma o secretário.

Os trabalhos de limpeza de valetas em estradas do interior são executados em parceria da Secretaria de Desenvolvimento Rural. Na cidade, logo após as enxurradas, foram feitos mutirões para recolhimento de móveis estragados pelas águas e limpeza de terrenos e bocas de lobo. “Seguimos trabalhando nessa direção até que seja totalmente concluído o prejuízo deixado pelas enxurradas”, finaliza Oliveira.

Autor: Josiléri Linke Cidade
Seta
Versão do Sistema: 2.10.4 - 01/04/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia